Atenção! Este texto não é uma crítica ao meio digital, até porque já fizemos artigos que defendem sua integração com o meio offline. O que pretendemos é mostrar o comportamento dos consumidores diante de cada um dos meios e como algumas características deles podem se sobressair em determinados momentos.

Como falamos anteriormente, ao unir os meios digital e offline, as empresas tendem a ampliar o alcance e o impacto de uma campanha. Porém, além disso, essa união pode ser uma “salvação” diante do cenário crescente de adblocks.

Os adblocks são aplicativos que permitem o bloqueio de anúncios em diversas páginas de navegação, desde o Facebook até sites de notícias. Um dos mais conhecidos aplicativos com essa função é o adblock plus, que por ser tão desejado pelos usuários já bateu a marca de 500 milhões de downloads (usuários não únicos)*. Estima-se que a maior motivação para adquirir o recurso seja a intenção de tornar a navegação mais íntima e menos intrusiva.

Temos conhecimento de que a internet é mutável diante das ações dos usuários, porém algumas empresas não esperavam ser barradas nas mídias nas quais investem. Dessa forma, abrem-se as portas para outras maneiras de impactar o usuário sem ser bloqueado por um plug in como esse. O importante não é “empurrar” o anúncio para o consumidor, mas entender o que ele aceita em seu dia a dia, tanto no meio online quanto no meio offline.

O planejamento de marketing não precisa tender apenas para um lado; nesse momento, uma das estratégias é integrar os dois meios. Com o mercado se renovando a cada dia, as soluções gráficas buscam particularidades para chamar a atenção do consumidor. Por exemplo, uma mala direta é algo exclusivo e diferenciado, que proporciona uma força a mais na apresentação da mensagem.

A comunicação visual da empresa pode ser uma grande chave para a personalização dos materiais impressos. Além de criar uma identidade que tende a ser reconhecida pelos consumidores, é possível gerar soluções de interação, como um leitor de QR Code, de forma simples e efetiva. Assim a empresa impactará seu cliente tanto no meio online quando no meio offline sem invadir um espaço no qual ele já delimitou sua privacidade.

Dessa maneira – e de muitas outras –, o meio offline pode ajudar as marcas a atingirem o consumidor mesmo no cenário dos adblocks. O processo de “bloqueio” de um material impresso não reduz sua efetividade, pois, antes de rejeitá-lo, o consumidor tende a ler o material ou até mesmo guardá-lo para um momento em que seu interesse ou seu tempo forem maiores, ou seja, as chances do conteúdo ser consumido são ampliadas.

* Fonte: TecMundo

Investir_marketing_offline

Fale agora com um de nossos especialistas.

Sente-se e fique à vontade, venha conhecer mais sobre a RR Donnelley!

Clique no botão e entre em contato diretamente com nossa equipe comercial.